Campinas, 25 de Junho de 2022
CAMPINAS SHINBUM
18/06/2022
Aumentar fonte Diminuir fonte

CAMPINAS SHINBUM

MINHA EXPERINCIA PROFISSIONAL COM OS ‘JAPAS’



(click na aba fotos ao lado e abra galeria Campinas Shinbum)

O ano era 1992. O ms era junho como hoje. O dia no era 18, mas 13. A comemorao da chegada do navio Kasato Maru a Santos (minha terra natal) em 1908 me fez escarafunchar o arquivo de minhas experincias profissionais. Naquela poca eu era editor chefe de um jornal peculiar voltado comunidade japonesa. O Campinas Shinbum tinha como diretor Luiz Kikuchi, um ser humano mpar de quem, nem mais nem menos, acabei me distanciando.

Naquele ms de junho de exatos 30 anos atrs ns, alm do jornal, produzamos tambm material sobre o concurso de beleza oriental Garota Nikkey. Kikuchi era um promoter nato e o evento balanava a comunidade nipnica de Campinas. Toda garota queria o ttulo que dava de prmio, entre um monte de quinquilharias, uma viagem ao Japo.

Como editor do jornal e muito prximo do organizador acabei ajudando muito no evento. Acabei ajudando como locutor do resultado dos brindes oferecidos ao pblico presente. A sede do Nipo Campinas foi pequena para tanta gente. O jornal tinha apelo forte junto comunidade. Era respeitado pelo contedo e muito elogiado pela criativa diagramao diferenciada dos demais veculos jornalsticos impressos alternativos da poca.

A edio levou ao pblico uma matria sobre o ento presidente Fernando Collor de Melo e a reposta virou a manchete da contracapa: “Fora Collor”. Assim se posicionaram alguns entrevistados cuja experincia de vida foi ressaltada para dar peso s declaraes.

Foi uma experincia profissional muito rica pela liberdade com que eu conduzia o jornal e pela proximidade com um povo rico, muito rico em cultura. Fiz matrias que lembro at hoje de algumas particularidades como a entrevista com um ‘kamikaze’ que imitava o ronco do motor de seu avio em direo ao alvo. Claro que ele sobreviveu seno no me contaria como foi sua ida guerra naqueles avies suicidas.

Fiz matria sobre o lanamento da atemia no Brasil. Sobre o acar ideal para diabticos. Sobre o mdico Francisco Aoki e sua luta contra a AIDS naquele tempo da temvel AIDS. Estive junto de famosos e desconhecidos. Ricos e pobres. Homens e mulheres de muita cultura. E, como no podia deixar de ser, amarrei um belo fogo tomando saque direto dos barris quebras a marteladas.

Assim, se o Kasato Maru no, tivesse encostado no porto de Santos muito antes de eu ter nascido naquela cidade, se eu no tivesse me mandado de l para Campinas, se no virasse jornalista nenhuma histria dessa eu estaria contando agora aqui. Foi muito bom ter vivido aquele tempo daquele jeito com aquele povo.

Arigat Luiz kikuchi!




  Última edição  
  Edição 156 - 14/04/2022 - Clique para ler  
2022 - Jornal Alto Taquaral - CG Propaganda