Campinas, 24 de Outubro de 2020
MEU ARTIGO - ISMAEL ROCHA
08/08/2020
Aumentar fonte Diminuir fonte



MEU ARTIGO - * ISMAEL ROCHA


"No d para colocar os alunos em sala de aula em uma relao aluno-professor, como se nada tivesse acontecido", afirma o diretor do Iteduc


O especialista em educao Ismael Rocha alerta para o fato de que a crise gerou uma grande mudana na vida dos alunos, que passaram a usar a interface tecnolgica. Segundo ele, a nova realidade no deve ser negligenciada


No ltimo 29/7, foi aprovado em primeiro turno na Cmara Municipal de So Paulo o Projeto de Lei 452/2020, que estabelece o plano de retomada das aulas presenciais na capital paulista. O texto prev aulas extras para todos os alunos da rede municipal e aprovao automtica, entre outras medidas.

Na volta s aulas, imprescindvel que as escolas, educadores e alunos se preparem para enfrentar o “novo normal escolar”, diz Ismael Rocha, doutor em educao e diretor acadmico do Iteduc (Institute of Technology and Education). Ele alerta sobre os cuidados necessrios para um retorno seguro e com xito para toda a comunidade escolar. Veja a seguir as dicas e orientaes do especialista:

Jogos coletivos vo ajudar a restaurar capacidades de liderana e de relacionamento.Ismael Rocha considera extremamente importante que as escolas compreendam que os estudantes esto retornando de um perodo de crise e, portanto, podem ter sido impactados por situaes de luto, perdas financeiras e grandes mudanas de comportamento, em virtude da covid-19. “No se trata da volta de um perodo de frias onde a maior parte chega com experincias positivas. Os alunos retornaro de um confinamento, no qual o comportamental e o relacional foram fortemente impactados”, explica. “Esses alunos passaram a se comunicar por meio de computador ou smartphone, sempre por uma interface tecnolgica”, diz. Por isso, segundo ele, o retorno pede nfase nas atividades coletivas. As competies, jogos, desafios e gincanas sero bem-vindos porque devolvem as capacidades de liderana e de relacionamento, bastante afetadas pela crise. “No d para colocar novamente os jovens em sala de aula em uma relao aluno-professor”, alerta.

Fazer diagnstico da capacitao dos professores para o ensino on-line fundamental.Pesquisas recentes mostram que 8 em cada 10 professores no se sentem preparados para dar aulas online. “ importante que a escola desenvolva mtricas para checar se cada docente est apto para ensinar on-line e, assim, possa fornecer capacitao para aqueles que precisarem”, explica o diretor acadmico do Iteduc.

O especialista cita que um dos meios de perceber se o professor est capacitado para o ensino remoto observar o que ele desenvolveu durante a pandemia e o quanto as aulas tm sido motivadoras para os alunos. “ importante verificar se a relao ensino-aprendizagem tem sido bem construda”, alerta o especialista. “Lecionar a mesma aula presencial no ensino virtual no funciona e um grande erro”, conclui. “ necessrio entender a nova linguagem e elaborar uma didtica totalmente diferente. Uma boa maneira de saber se os educadores esto capacitados perguntar se eles sentem que precisam de suporte para se familiarizarem com mtodos de ensino on-line.”

Avaliao virtual no pode ser confundida com provas-teste em casa. preciso uma dinmica completamente diferente para o ensino remoto.“A avaliao online uma das competncias que os professores ainda precisam adquirir”, alerta o diretor do Iteduc. “A apresentao de trabalhos, as provas em sala de aula e as tomadas orais sempre aconteciam na forma presencial, em contato com o aluno”, lembra. “Agora a realidade outra. S que muitos professores esto dando provas em formato de teste para estudantes fazerem em casa, e isso um erro tremendo”, conta Rocha. “Os processos de avaliao online devem ser diferentes, com os alunos sendo desafiados e usando a linguagem do texto na interface virtual, entre outras estratgias. No se pode medir o conhecimento por meio de um teste on-line. Temos que buscar outras linguagens, como por exemplo, desenvolver atividades coletivas, onde um aluno ajuda o outro nas provas e nos trabalhos, em projetos que vo aguar a criatividade do grupo.”

preciso verificar como est a autoestima e a confiana depois de meses de isolamento social. Ismael Rocha explica que no fazendo um grupo de testes na volta s aulas que se sabe se o aluno absorveu todo o contedo passado pelo professor nas aulas remotas. “Esse raciocnio um desacerto”, diz o especialista. Ele acrescenta que importante priorizar os aspectos socioemocionais, checando como anda a autoestima e a confiana dos estudantes, determinantes para o xito do processo de ensino-aprendizagem. “Alm de construir avaliaes que explorem todas as competncias exigidas, a escola precisa verificar se o aluno est se relacionando bem com os colegas”, explica ele. “O objetivo descobrir se o aluno consegue ter criatividade individual e coletiva para colocar em prtica aquilo que foi ensinado – e no necessariamente aprendido, no perodo que ficou em casa.”

O professor necessita calibrar seus mtodos pedaggicos para os novos tempos.Mas como fazer para checar se o professor capaz de dar boas aulas virtuais? Segundo Ismael Rocha, o Iteduc (Institute of Technology and Education) desenvolveu mtodos para avaliar o padro das aulas on-line nas escolas. “Conseguimos fazer diagnsticos e descobrir onde o professor est com problemas no ensino remoto”, conta Ismael. Segundo ele, existe um pensamento bastante comum onde se acredita que basta simplesmente ligar uma cmera e gravar uma aula ou ficar diante do computador para apresentar o mesmo contedo que se dava presencialmente, o que um equvoco. “O professor agora precisa saber de neurocincia, entender processos de avaliao online, aprender sobre o uso de metodologias ativas e, ainda, usar gamificao nos processos de ensino-aprendizagem”, explica. “Ou seja: h inmeras ferramentas que devem ser utilizadas daqui para frente.” Para as escolas interessadas em saber como seus professores esto em relao a esses conhecimentos, Rocha lembra que o Iteduc avalia se os professores esto aptos a trabalhar com essas ferramentas ou se precisam de orientao para poder desenvolv-las nas aulas remotas.

Com a disrupo da Educao, o papel dos pais, professores e gestores fundamental para atuar em benefcio da aprendizagem efetiva dos alunos. “Os pais so peas-chave para auxiliar no socioemocional dos seus filhos e podem estimular a criatividade e a autonomia em casa”, diz Ismael. “J os professores precisam de liberdade e coragem para elaborar um processo de ensino-aprendizagem novo e diferente daquilo que aconteceu at agora”, completa o diretor acadmico do Iteduc. “E, por sua vez, os gestores devem garantir a capacitao dos seus professores para que eles possam construir uma relao de ensino do sculo vinte e um”, conclui o especialista. Ele reitera que os colgios necessitam fazer uma imerso nesse novo cenrio. O modo antigo, segundo conta, no vai ser mais aceito nem por pais e nem pelas crianas, adolescentes e jovens. A principal orientao, ento, promover a capacitao da escola como um todo e se preparar para novos paradigmas. “O momento o de ser disruptivo. A pandemia acelerou o fim do ensino tradicional”, conclui.

*Ismael Rocha, diretor acadmico doIteduc(Institute of Technology and Education), organizao pioneira na capacitao de professores de educao bsica para o ensino on-line e hbrido

Doutor em Educao pela Pontifcia Universidade Catlica (PUC-SP), especializado em avaliaes escolares.

mestre em Sociologia, com formao complementar nos EUA, Canad, Inglaterra, China, Malsia, Chile e Mxico. Conselheiro e Coordenador do Comit de Sustentabilidade da World Vision Brazil, foi tambm diretor ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) por 18 anos.

  Última edição  
  Edição 136 - 30/08/2020 - Clique para ler  
2020 - Jornal Alto Taquaral - CG Propaganda