Campinas, 30 de Maio de 2020
PERÍCIA CRIMINAL EM VIRACOPOS
11/05/2020
Aumentar fonte Diminuir fonte
 PF inaugura laboratório de perícias criminais em Viracopos construído com verba trabalhista

 

Destinação do MPT viabilizou a construção de espaço de 135 m², que possibilitará maior eficácia dos peritos federais em um dos maiores terminais aeroportuários do país

O Núcleo Técnico-Científico (Nutec) da Polícia Federal em Campinas (SP) inaugurou um novo laboratório de química forense no Aeroporto Internacional de Viracopos, a partir de uma destinação do Ministério Público do Trabalho (MPT) no valor de R$ 824.828,21; a verba trabalhista é oriunda de um acordo judicial firmado com uma construtora. O espaço tem 135 m² e ganhou investimentos em estrutura e equipamentos de última geração. O projeto foi coordenado pela perícia criminal federal. 

O novo laboratório também possui uma sala de amostragem, um laboratório de vias úmidas, um laboratório instrumental e secretaria. Além disso, há ainda um laboratório de documentoscopia que é usado para dar suporte a eventuais demandas de análises de documentos no terminal aéreo.  

O procurador Éverson Rossi explica que a destinação à PF será de grande importância para a cidade, uma vez que possibilitará uma melhor estruturação do trabalho de perícia em um dos maiores terminais aeroportuários do país. “Esperamos ter contribuído para a equipagem da perícia federal em Campinas, que agora conta com um laboratório à altura daquilo que a cidade necessita”, aponta. O procurador Ronaldo Lira também participou ativamente do processo de destinação. 

A verba foi destinada à PF antes da pandemia de Covid-19, que acometeu o Brasil a partir de março; atualmente, os esforços do MPT estão voltados a destinar créditos de ações e acordos trabalhistas para a estruturação de hospitais, unidades de saúde e centros de pesquisa. Um evento de lançamento do laboratório estava previsto para acontecer no dia 27 de março, mas a pandemia levou ao seu cancelamento; na oportunidade seria oficializada também a destinação de 16 automóveis modelo Ford Fiesta à Polícia Federal de Campinas, a partir de outro acordo judicial, celebrado com uma montadora. Os carros já foram entregues e estão alocados na Delegacia da PF em Campinas e no Aeroporto Internacional de Viracopos.  

Laboratório - Segundo o chefe da criminalística federal no município, o perito criminal federal Lorival Campos Moreira, os exames de química forense representam uma das principais demandas periciais da PF em Campinas. “Viracopos é o maior aeroporto de cargas da América Latina. Com isso, além das operações de importação e exportação envolvendo o terminal de cargas, temos também um outro fator que contribui para essa demanda que é alta entrada de substâncias suspeitas”, diz.  

Segundo Lorival, o espaço da perícia federal no prédio principal da PF na cidade já não era mais suficiente para atender todas as solicitações de análises técnico-científicas. “Identificamos, então, a necessidade de termos uma estrutura adequada e capaz de dar respostas com qualidade e em tempo hábil a essas demandas”, relata o perito.  

Um dos responsáveis pelo projeto das novas instalações, o perito criminal federal Davison Storai de Barros reforça que, com o laboratório no aeroporto, as análises serão feitas com mais celeridade. “O Nutec de Campinas já tinha uma área para laboratório no prédio principal, porém, com o novo laboratório, esperamos atender casos que não podiam ser solucionados no antigo, pois temos um parque analítico mais poderoso agora”, completa Barros.

 

Processo nº 0011043-11.2018.5.15.-0114

Com informações da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais

  Última edição  
  Edição 131 - 07/05/2020 - Clique para ler  
© 2020 - Jornal Alto Taquaral - CG Propaganda