Campinas, 20 de Março de 2019
OBRAS DA MARGINAL D.PEDRO FECHAM ACESSO DE PEDESTRES
22/01/2018
Notícia publicada na edição n.117 do Jornal Alto Taquaral
Aumentar fonte Diminuir fonte

 SEM PASSAGEM DE PEDESTRES, OS BAIRROS GENESIS E NILÓPOLIS FICARAM ILHADOS

A rodovia Dom Pedro I, entre os shoppings Parque Dom Pedro e Galleria, é considerada a ‘avenida principal’ dos bairros do entorno do Alto Taquaral. Isso se deve à facilidade de acesso a vários locais permitido pela via, com um fluxo – na maioria das vezes – mais ágil que nas avenidas urbanas. Cerca de 125 mil veículos trafegam pelo trecho diariamente para saída ou acesso aos centros comerciais, condomínios e universidades, ganhando aspecto de via urbana. 

Com a construção das marginais, vários trechos da rodovia estão em obras nessa região. O que provoca lentidão em alguns horários. A implantação das novas marginais no trecho entre o Trevo dos Amarais (km 143) e o Trevo de Barão Geraldo (km 140) provoca alguns bloqueios, como no km 141, altura da Ceasa, onde a pista marginal norte (sentido Anhanguera) segue com uma faixa interditada.

No final do ano foi feita uma nova intervenção para continuidade das obras no trecho entre os km 134 (entroncamento com a rodovia SP-340) e 131 (Galleria Shopping) que mudaram a circulação na região, com o fechamento da alça para quem trafega pela rodovia Miguel Noel Nascentes Burnier e quer acessar a pista sul (sentido Jacareí) da rodovia.

A interdição foi necessária para o rebaixamento das pistas atualmente existentes e seu encaixe com o novo trecho da marginal. Os motoristas que trafegam pela região têm como alternativa de desvio o giro em três das quatro alças existentes no trevo da rodovia Adhemar de Barros (SP-340).  O trecho será entregue ainda em 2018, mas sem datas definidas.

Outra alteração na circulação da região foi a interdição do acesso da rodovia D. Pedro I para o Residencial Gênesis, localizado na altura do km 133+500 da rodovia. O bloqueio é definitivo e o acesso principal ao bairro passou a ser feito a partir da rodovia Miguel Noel Nascentes Burnier, na altura da Policamp. Mas é próximo ao Carrefour que os moradores estão reclamando dos acessos.

 PEDESTRES SEM SAÍDA

 O Hipermercado Carrefour, localizado no km 127 da rodovia Dom Pedro I, é um centro comercial e de serviços para bairros do entorno, principalmente para a população que reside nos bairros Jardim Nilópolis e Gênesis. Os moradores costumam frequentar o hipermercado a pé, por vielas construídas há mais de duas décadas, para compras, pagamento de contas na lotérica, uso de caixas eletrônicos, farmácia etc.

Entretanto, com a movimentação de máquinas para a construção das marginais, a passagem de pedestres acabou fechada, impedindo o acesso. O aposentado Francisco Carvalho se preocupa com a situação: “para usar o carro, os retornos ficaram muito longes e o gasto com gasolina pesa pra gente. E como não dá mais para ir a pé, ficamos ilhados, isso dificultou muito nossa vida”. Ele mora há cerca de 20 anos no bairro e a passagem de pedestres já existia quando chegou, conta.

A Rota das Bandeiras, concessionária responsável pelas obras, informou que o projeto das marginais não prevê a implantação de uma passagem de pedestres naquele ponto. Segundo a empresa, atualmente está sendo feita a escavação do talude, por isso o acesso teve que ser fechado por questões de segurança.


Ir do Nilópolis ao Carrefour a pé não vai ser  mais possível para Seo Chico, 70 anos, que mora há 20 no bairro e usava a passagem

 AS NOVAS MARGINAIS

 Quando concluídas, as marginais terão um total de 36,2 km de vias, entre o km 129 (Trevo da Leroy Merlin) e o km 145+500 (entroncamento com Anhanguera), ampliando em 66% a capacidade de tráfego na região, segundo a Concessionária.

Os trechos entre os km 129 e 140 da pista Norte (sentido Anhanguera) e do km 129 ao km 131 e do km 134 ao km 140 da pista Sul (sentido Jacareí) já foram concluídos. Agora os trabalhos estão concentrados em dois pontos: do km 140 (trevo de Barão Geraldo) ao km 143 (Trevo dos Amarais) e do km 131 ao km 134 (da rod. Adhemar de Barros ao Galleria).

 TREVO ADHEMAR DE BARROS

 Uma passagem inferior de 350 m foi construída no local para permitir a separação de tráfego entre os veículos que seguirão em alta velocidade pela rodovia Adhemar de Barros (SP-340) e aqueles que terão uma desaceleração para acessar os empreendimentos comerciais existentes às margens da rodovia. A liberação do trecho ao tráfego de veículos, no entanto, depende da execução de obras complementares por parte do hipermercado existente no local, conforme Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o Ministério Público do Estado de São Paulo.

  O TREVO DO CARREFOUR

 O Trevo do Carrefour, localizado na altura do km 133, está sendo remodelado com a adequação e implantação de novas alças para minimizar os conflitos viários observados na região. O local tem grande demanda de tráfego por conta do hipermercado, empresas instaladas na região e também os condomínios residenciais que se instalaram no Parque Imperador. 

      O TREVO DO GALLERIA

 Local com grande fluxo de veículos e via de acesso ao Galleria Shopping, Sam’s Club e outros empreendimentos, o trevo está sendo remodelado. O atual Trevo do Galleria não possuía dispositivos de retorno e permitia o acesso a Campinas somente para quem trafegava no sentido Anhanguera. Com a reformulação, todas as origens e destinos passarão a ter caminhos distintos. O novo trevo terá quatro alças, a exemplo do já existente no Trevo da Leroy Merlin, no km 129. 

  Última edição  
  Edição 121 - 26/05/2018 - Clique para ler  
© 2019 - Jornal Alto Taquaral - CG Propaganda