Campinas, 12 de Dezembro de 2017
SERVIÇOS PÚBLICOS CENTRALIZA OPERAÇÕES EM ÁREA DO IAC
05/08/2017
Notícia publicada na edição n.111 do Jornal Alto Taquaral
Aumentar fonte Diminuir fonte

A entrada deverá ser pela Rua Padre Manuel  Bernardes, no Taquaral


A Secretaria Municipal de Serviços Públicos (SSP) mudará sua sede, dentro de aproximadamente três meses, para uma área de 4,6 hectares dentro da Fazenda Santa Elisa, pertencente ao Centro Experimental Central do Instituto Agronômico de Campinas (IAC). Em contrapartida, o município deve manejar estradas e bosques na fazenda – que tem cerca de 700 hectares - contribuindo com a preservação das matas e segurança do patrimônio.

Localizada na Avenida dr. Theodureto de Almeida Camargo (entre a Rodovia Zeferino Vaz, Vila Costa e Silva e Rua Latino Coelho, no Taquaral) a área tem cerca de 46 mil m2 e foi cedida pelo Governo do Estado por tempo indeterminado à Prefeitura (publicação no Diário Oficial do Estado em 19.07). A entrada da área cedida à Secretaria será independente do restante da fazenda.

O espaço passará por adequações para reunir todas as áreas da SSP em um só local: Gabinete (hoje no Paço Municipal), a Diretoria de Parques e Jardins e o Departamento de Limpeza Urbana (sediados na Av. Pref. Faria Lima) e a Coordenadoria das Administrações Regionais (atualmente na Av. José de Sousa Campos / Norte-Sul).

A expectativa da parceria é a implementação de projetos de cooperação técnico-científica entre o Estado e o Município. O primeiro deles será o projeto “Reciclar Verde: compostagem de resíduos vegetais”, que prevê a produção de compostagem usando resíduos vegetais urbanos.  Todo o material verde recolhido da cidade de Campinas, incluindo poda de árvores e corte de gramas - que tinham como destino o aterro sanitário – será destinado para um espaço no Centro Experimental Central do IAC, onde será transformado em composto orgânico para ser reaproveitado.

A Prefeitura também oferecerá a contrapartida de manejar estradas e bosques na Fazenda Santa Elisa, que tem matas nativas a serem preservadas e também a segurança dos prédios e estruturas que estavam se deteriorando pelo tempo de abandono. 

O espaço cedido estava desocupado desde 2002, quando o Centro de Fruticultura do IAC foi transferido para uma unidade de pesquisa e desenvolvimento em Jundiaí/SP. Segundo o diretor-geral do IAC, Sérgio Augusto Morais Carbonell, não havia projeto de atividades no local a médio prazo e os prédios estavam em desuso.

A área é composta por cinco prédios, sendo que dois deles serão demolidos (demolição já autorizada pelo Governo) devido a problemas de estrutura. A cessão viabilizará a proteção do patrimônio manutenção das estruturas, acredita o IAC. 


A Prefeitura já iniciou os trabalhos de adequação e limpeza do local

  Última edição  
  Edição 115 - 25/11/2017 - Clique para ler  
© 2017 - Jornal Alto Taquaral - CG Propaganda