Campinas, 12 de Dezembro de 2017
AUMENTA A PROCURA POR JOVENS APRENDIZES
26/05/2017
Notícia publicada na edição n.109 do Jornal Alto Taquaral
Aumentar fonte Diminuir fonte

A busca por aprendizes subiu 12% no pas no primeiro bimestre deste ano em relao ao mesmo perodo do ano passado e tem se mostrado uma alternativa contra o desemprego para jovens que querem entrar no mercado de trabalho, mas no tem experincia. A informao do Espro – Ensino Social Profissionalizante - uma organizao sem fins lucrativos com sede no bairro Vila Itapura, que se dedica capacitao e insero no mercado de trabalho de jovens a partir de 14 anos, em situao de vulnerabilidade social. Jovens da regio integram o programa.

Embora a taxa de desemprego entre os jovens tenha aumentado para 39,7% no quarto trimestre de 2016, segundo dados do IBGE, o programa de socioaprendizagem tem proporcionado um cenrio diferente em relao empregabilidade de jovens. Segundo a coordenao do Espro, as empresas tm aberto oportunidades como forma de contribuir na formao da mo de obra jovem, mas tambm para garantir segurana jurdica ao adotar o Programa Jovem Aprendiz.

OPORTUNIDADE

A adolescente Thalia Mata, de 16 anos, mora h seis meses em uma casa de acolhimento institucional para mes adolescentes no Taquaral e tem um filho de 18 meses. Ela comeou o curso profissionalizante em maro, teve uma oportunidade na Elektro (onde faz controle de documentao) e noite faz supletivo para concluir o Ensino Mdio. “Minha responsabilidade aumentou, mas tenho meu dinheiro, estou aprendendo e espero aproveitar essa porta que se abriu para futuramente poder sustentar meu filho”, diz. Ela conta que o curso d a formao tcnica, mas tambm ensina coisas bsicas como comportamento e respeito.

Depois de ouvir negativas durante entrevistas de emprego por quatro meses, Pricilla Kellen - moradora do Jardim Santana - (foto destaque) estava desanimada. “Nas entrevistas ia tudo muito bem, at falar que tinha um filho de dois anos. No imaginava que havia esse preconceito”, conta. Com o Ensino Mdio finalizado, ela j havia trabalhado como recepcionista e tentou retornar ao mercado aps a licena maternidade, sem sucesso. Se inscreveu no Programa Jovem Aprendiz, que aceita jovens com at 24 anos, e desde maro faz o curso e estgio na Toyota Empilhadeiras, onde tem expectativa de ser efetivada.

O ESPRO tem matriz em SP e oito filiais de atendimento, inclusive Campinas,(foto) atendendo cerca de 23 mil jovens por ano em 1.800 empresas parceiras. www.espro.org.br.

  Última edição  
  Edição 115 - 25/11/2017 - Clique para ler  
2017 - Jornal Alto Taquaral - CG Propaganda